Dony De Nuccio.

É bacharel em Economia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, concluído em 2007. No mesmo ano completou extensão na matéria pelo programas Citibank-Brown University program, nos Estados Unidos. De 2003 a 2008, concluiu o bacharelado em Jornalismo pela ECA, Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, USP/SP. Em 2009, no Senac/SP fez extensão em Jornalismo para ancora de televisão e pela Fundação Getúlio Vargas, FGV/SP tornou-se máster em Economia e Finanças, em 2012.

Começou a trajetória profissional trabalhando no Citibank, na Área de vendas corporativas, setor que ficou de junho de 2006 a julho de 2007. No mesmo banco passou ao atendimento da carteira de Investidores Estrangeiros em agosto de 2007. Nesse período à quase quatro anos - atuou no contato direto com grandes clientes e fundos de hedge, participou das reuniões com clientes na Europa e EUA. Função que deixou em maio de 2011 (3 anos 10 meses) Foi após atuar como trade (investidor de mercado de ações) do Citibank que chegou ao jornalismo.

No total ficou no Citi por 5 anos e meio e então tomou a decisão de enfrentar o desconhecido ramo jornalístico e fazer ligação entre o que sabia sobre financeiro e a Área de imprensa. Nas próprias palavras de Dony, foi uma decisão corajosa: Quando decidi virar a chave de vez, abandonar a carreira ascendente no mercado financeiro para mergulhar profissionalmente no abismo desconhecido do jornalismo. Não foi fácil, mas repetiria a decisão mil vezes se fosse preciso, diz. Entrou para a Globo em 2011. Foi um novo começo. Na Rede Globo trabalhou inicialmente como repórter, cobrindo economia para o Jornal da Globo, Bom Dia São Paulo, Radar e jornal local SPTV 1ª e 2ª edições, e por um tempo, atuou como editor econômico do Jornal das Dez. Na reportagem do Jornal da Globo ficou por apenas cinco meses, de junho de 2011 a outubro de 2011. Passou em novembro para o time do jornal local, SPTV 1ª Edições, por menos tempo ainda, três meses. Foi até janeiro de 2012, quando a abordagens econômicas passaram a fazer parte SPTV 2ª Edição. Ficou ali por mais três meses, até março de 2012 Assumiu, abril de 2012, como editor de economia do Jornal das Dez, carro chefe da TV Globo, na GloboNews. Em 8 de abril de 2013, estreou como Âncora do programa Conta Corrente, da Globo News.

O objetivo, segundo comunicado da emissora, foi o de desenvolver um programa mais dinâmico e com linguagem mais clara. Veio com a frase: "A economia de um jeito fácil e descomplicado". O telejornal passou a ter um assunto principal por dia: Mercado de trabalho (Ás 2as.feiras), Educação financeira (Ás 3as), Empreendedorismo (4as), Investimentos (5as) e Sucesso e inspirações (6as); e a entrar nos jornais da Globo News às 10h, 16h e 18 horas. Junto ás mudanças do Conta Corrente, o canal lançou o seu primeiro aplicativo de gastos pessoais, que leva o mesmo nome do programa, e que teve o acesso liberado para assinantes da Globo News, também a partir do dia 8 de março para iPhone e Android. O aplicativo organiza os gastos pessoais do usuário por categorias estabelecidas de acordo com as necessidades de cada um, e ainda alerta quando as despesas forem superiores à programada. Tudo fica anotado na agenda do aplicativo, que mostram mensalmente, gráficos das despesas, rendimentos e investimentos.

Atualmente assumiu a bancada do Jornal Hoje da TV Globo ao lado de Sandra Annenberg.

Palestras:

* Jornalismo / Telejornalismo

* Jornalismo Econômico

* Economia: cenário nacional e internacional

* Educação Financeira / Finanças Pessoais

* Empreendedorismo

* Mudança de rumo / Carreira

* Apresentação de Eventos

* Mediação de Debates

* Media Training

* Talk Show